Reuniões conclusivas a cerca do relvado do Boavista

by - 04:37

Fonte: Sabado, Record
Depois da conclusão da Assembleia Geral da Liga que determinou a proibição de relvados sintéticos no futebol profissional português já a partir da nova época, o Boavista avança esta semana com as reuniões conclusivas sobre o assunto.Só agora é que a proibição é oficial no novo regulamento das competições, pelo que os axadrezados esperam resolver o processo com a maior celeridade possível, mas sem colocar em causa a preparação da equipa e, muito menos, o início do campeonato no Estádio do Bessa.O relvado sintético pode ter os dias contados, mas a obra para dotar o Bessa com um novo relvado natural tem de passar ainda por uma série de reuniões com a Liga e com  Global Stadium, empresa que tem um contrato em vigor com os axadrezados e que incluia não só o sintético principal, mas também o secundário e publicidade estática. O vínculo termina em 2016, mas os axadrezados não podem agora cumprir uma parte do que estava acordado e querem em primeira instância chegar a um entendimento que seja simpático para todas as partes, procurando, claro, envolver a Liga de Clubes no assunto.Recorde-se as obras de melhoria do sintético foram já suspensas e a Liga comprometeu-se a suportar os custos de intervenção da mudança de sintético para natural, mas o Boavista terá de devolver esses valores à entidade que gere o futebol profissional português até ao final da época 2017/2018. Isto foi o que ficou decidido na AG da Liga, sendo que o presidente Luís Duque não deixou dúvidas sobre o assunto: “O Boavista não vai ter de suportar os custos sozinho. Vamos fazer um esforço para que tenha um relvado natural já em agosto, no início do campeonato.”

You May Also Like

0 comentários